Monte Palatino

Roma é um lugar de grandiosas construções. E misturando-se com essas imponentes obras, a natureza do lugar é de uma beleza tão pomposa quanto. Um exemplo é o Monte Palatino, uma das sete colinas de Roma, a mais central, e também uma das partes mais antigas da cidade. O local é hoje um grande museu ao ar livre, visitado durante o dia.

Aos pés do Monte Palatino foram construídos, de um lado, o Fórum Romano e, de outro, o Circo Massimo. Ele tem 40 metros de altura, e uma das teorias a respeito de seu nome afirma que ele vem da palavra latina para “palácio”. As belezas naturais do monte ainda contam com os Jardins Farnesianos, um dos primeiros jardins botânicos da história da Europa.

A origem da Civilização Romana e sua relação com o Monte Palatino estão envoltos por uma lenda especial. A caverna Lupercal, onde Rômulo e Remo foram encontrados por uma loba, supostamente ficaria no Monte Palatino. Os romanos também acreditavam que a mitológica luta entre Hércules e Caco – filho de Vulcano, deus do fogo – teria acontecido no topo do monte.