DESTINO DA SEMANA: FUNDAÇÃO IBERÊ CAMARGO

A Bela Arte aporta este mês em Porto Alegre para visitar um referencial arquitetônico nacional. A fundação Iberê Camargo, mudou de sede em 2008 quando deixou de ocupar a antiga casa onde o artista viveu para assumir a arrojada proposta arquitetônica atual. O projeto da nova sede foi premiado com o Leão de Ouro na Bienal de Arquitetura de Veneza, em 2002.

A primeira construção no Brasil a usar concreto branco aparente armado em toda a sua extensão, sem tijolos ou elementos de vedação, foi assinada pelo arquiteto português Álvaro Siza em sua primeira edificação realizada em território nacional. O material oferece alta durabilidade, baixa manutenção e foi um dos vencedores do 3º Prêmio de Tecnologia e Construtividade, criado pela UN Infra-estrutura. O aspecto plástico da matéria prima instrumentaliza arquitetos e designers com uma maleabilidade desejável para projetos de estéticas mais excêntricas.

png;base64e0298bb4b6c03607

Interior da Fundação Iberê Camargo, projeto de Álvaro Siza

Além de apresentar obras de Iberê Camargo e de outros grandes nomes da arte brasileira, nos últimos anos a Fundação realizou mostras em conjunto com instituições como o Museu de Arte Moderna de Nova York (MoMA) e a Fundação Cisneros – do grupo venezuelano que atua principalmente em mídia e comunicação, mas tem até ações da Coca-Cola.