Doces tentações

Uma das grandes satisfações durante uma viagem é poder descobrir, junto a novas paisagens e culturas, inusitados sabores. Alguns lugares guardam surpresas escondidas em receitas milenares, compartilhadas tradicionalmente entre famílias e abertas para o consumo de ávidos turistas. Roma não é diferente e conseguiu reunir nas opções de seu cardápio, doces criados e adorados em diferentes regiões da Itália.

Tiramisútiramisu

O Tiramisú é uma sobremesa que leva em sua base o biscoito champanhe embebido em café e coberto por creme mascarpone. Diversas regiões italianas brigam pela origem deste doce, dentre elas as regiões de Piemonte, Lombardia, Veneto e Toscana. A lenda mais famosa conta que os tradicionais pasticcieri de Siena resolveram criar uma nova receita para agradar ao grã-duque da Toscana, Cosimo de Medici III, que estava em visita pela cidade nos idos dos anos de 1600. Louco por doces, o Grã duque logo se apaixonou por essa leve combinação, levando a receita consigo para Firenze. Em pouco tempo, a iguaria tornou-se a sobremesa mais popular da corte italiana.

Panna Cottapanna cotta

A origem da sua receita é um mistério entre os italianos. Esse leve pudim de baunilha com toques de rum e caldas variadas éuma das mais tradicionais sobremesas do país. Uma das versões sobre o seu surgimento diz que ela foi criada por descendentes húngaros no início do século XX, na região de Langhe. Sua popularidade é tamanha que ela serviu de inspiração para grandes chefs criarem suas novas receitas com caldas que vão de frutas ao chocolate.

Cassata Sicilianacassata siciliana

Tradicional da região da Sicília, esse pão de ló que leva ricota e frutas cristalizadas conquistou paladares por toda a Europa. Dizem que sua origem foi inspirada na culinária árabe e integrou o cardápio italiano após a dominação moura do país. Servido bem gelado e em fatias, é recomendado que seja acompanhado por uma taça do licor Maraschino.

Cantuccicantucci

A combinação de farinha, água e mel acrescida de ovos e amêndoas resulta nessa delicada sobremesa italiana. Os cantuccis são biscoitos doces bastante apreciados na região da Toscana. Tradicionalmente, o povo da região finaliza as refeições degustando-o junto a uma taça de Vin Santo, que é um vinho licoroso doce bastante semelhante ao vinho do Porto branco.

Panforte

Delicious cake panforte on table close-up

Originário de Siena, o panforte é um doce que leva mel, chocolate e diversas frutas e frutos secos. Apesar de ser muito consumido na época do Natal, sua popularidade fez que sua receita fosse adaptada para o ano todo. A receita mais antiga do panforte levava adição de pimenta. Geralmente, os italianos o servem ao final das refeições, acompanhado de café.

Gelatogelato

Ainda no século I, o imperador romano Nerone teve a ideia de se trazer gelo e neve das montanhas para misturar a frutas frescas. Séculos depois, mais precisamente no século XVI, os convidados do casamento de Maria de Medice tiveram sua primeira experiência real com um gelato italiano. Conta-se que o engenheiro Buonatalenti inventou uma máquina similar a uma geladeira, permitindo conservar em baixa temperatura a mistura de limão, açúcar, clara de ovo e leite. A sobremesa foi considerada a grande sensação entre um cardápio que ostentava 25 pratos frios e 30 pratos quentes.

Tags :