Uma viagem ao mundo Persa

Uma viagem ao ano de 400 a.C. na antiga Pérsia descreve o olhar de Alexandre Milhomem para próxima Mostra da Bela Arte: Palácios Persas. Na mostra, o arquiteto se inspirou nos encantos da rainha Ester, uma bela mulher de origem judia, que escondeu durante muitos anos de seu rei sua ascendência.

Uma história que envolve religião, força e beleza. “A rainha Ester me inspirou por sua delicadeza. Muito significativo ela ter salvado o povo judeu, acredito que a história dela tenha sido fundamental para a vinda de Jesus. Outros detalhes que me chamaram a atenção diante daquela época é a cartela de cores como: verde, azul e o dourado, que compõe o ambiente de forma ingênua e bela”, descreve Milhomem.

Na mostra vê-se um grafismo no fundo em que o arquiteto assume ser a parte mais interessante. “Eu criei um espaço de apoio no final que tem muito a ver comigo, conta a história do clássico, mas que acabo por fazer uma transcendência para o contemporâneo”.

É também através do espaço, das formas, cores e o próprio local da loja que Milhomem descreve sobre o favorecimento arquitetônico na mostra. “A ideia de um ambiente único conta bem o que eu busquei há séculos atrás. É algo que sempre me envolveu e que me atrai muito”.

As peças que compõe a mostra foram minunciosamente escolhidas pelo arquiteto. Artesanatos feitos à mão, madeiras como ponto forte, espelhos em volta e tons primários para que as pessoas possam sentir o que é morar com essas características. “Eu moraria em lugar assim”, conta Milhomem encantado.

Para o arquiteto, a Bela Arte consegue com a mostra ligar o estado de Goiás ao mundo. “Eu tenho clientes de diversos lugares, estamos em um contexto mundial. A Bela Arte tem este conceito. Este é o nosso desafio”.

Tags :